18 de novembro de 2018 - domingo

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Ser Do Bem
Inclusão
17/08/2018 | 15h45
Rede de fast-food se une à ONGs para homenagear pessoas com Down
Empresa comercializará neste fim de semana brinquedos com a fisionomia de pessoas possuí a síndrome com a intenção de dar mais visibilidade ao tema

Katrine Fernandes

Com a missão de incentivar cada vez mais as pessoas a serem elas mesmas, uma empresa de fast-food, está inserindo em seus brindes um novo brinquedo com características que lembram uma pessoa com Síndrome de Down. A marca já comercializa combos de lanches infantis que possui brindes de pelúcias dos famosos emojis, mas agora também terá mais esse no time. 

O projeto que tem o nome de Inclumoji foi criado por uma agência de comunicação para a APAE de Porto Alegre (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) e a APABB (Associação de Pais, Amigos e Pessoas com Deficiência, de Funcionários do Banco do Brasil e da Comunidade), agora está em parceria com a rede de fast-food com a importante missão de ajudar a dar mais visibilidade ao tema inclusão.

Para Arcênia Cristofolini, supervisora regional da APABB, “parcerias são sempre bem-vindas, ainda mais quando tem o objetivo de promover o trabalho de instituições que atuam na luta da conquista de direitos das pessoas com deficiência, e pela inclusão das mesmas na nossa sociedade, que tem se mostrado exclusivista”. 

O inclumoji, de pelúcia, estará disponível nos combos em todas as lojas do Burger King Brasil nos dias 18 e 19 de agosto, até durarem os estoques. Parte da verba arrecadada na compra dos combos King Júnior, neste fim de semana, será revertida para as duas instituições, que realizam mais de 100 mil atendimentos em todo o país. 

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)