Domingo, 16 de junho de 2019
GOIÂNIA-GO
{{tempo.temperatura}}°

Política

Comissão aprova empréstimo da Prefeitura junto à Caixa

Postado em: 12-06-2019 as 14h00
Secretário de Finanças, Alessandro Melo, esclareceu que a Prefeitura vai destinar o recurso para custear projetos de modernização tecnológica

Da Redação

Autorização para a Prefeitura contratar empréstimo junto à Caixa Econômica Federal, no valor de R$ 780 milhões no âmbito do Financiamento à Infraestrutura (Finisa) foi aprovada nesta quarta-feira (12) na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) por unanimidade.

O secretário de Finanças, Alessandro Melo, esteve na reunião atendendo convite da presidente da CCJ, Sabrina Garcêz (sem partido) para responder questionamentos dos vereadores quanto ao crédito considerado um dos mais altos já solicitados.

Ele esclareceu que o objetivo da Prefeitura é custear projetos de modernização tecnológica destinando R$ 150 milhões para implantação do SmartCity, recuperar o sistema de mobilidade urbana empregando R$ 400 milhões no recapeamento de 630 quilômetros de vias em diversos bairros da capital.

Do restante, R$ 50 milhões serão utilizados, de acordo com o projeto enviado, para aquisição de caminhões para a limpeza urbana; R$ 30 milhões para a construção do viaduto na Marginal Botafogo com a Jamel Cecílio; R$ 14 milhões para a obra na avenida 136 com a 2ª Radial. A Prefeitura destinará R$ 44 milhões para pavimentar os Residenciais Antônio Barbosa, Della Pena, Paulo Pacheco I e II, Monte Pascoal, Park Solar e London Park. Além desses haverá criação de praças e construção de pontes.

Alessandro foi questionado sobre o valor dos recursos destinados à SmartCity e respondeu que o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) doou projeto para o Município para a viabilização desse recurso tecnológico em Goiânia e que há necessidade dos recursos para começar a implantar. “Vamos dar o pontapé implantando a primeira etapa com câmeras inteligentes com reconhecimento facial, controle de placas de veículos em estacionamentos”, adiantou.

Outra questão levantada foi com relação à destinação de mais recursos para recapeamento de asfalto em bairros mais antigos e menos para pavimentação de bairros sem asfalto. “O prefeito Iris pretende asfaltar todos os novos bairros, mas vai utilizar recursos próprios do Tesouro Municipal e o empréstimo será somente para esses seis indicados”.

O secretário ainda justificou que a Prefeitura vai economizar cerca de R$188 milhões fazendo empréstimo junto a um banco brasileiro, em real, do que os já realizados pela gestão anterior, cotados em dólares com o Banco Andino e o Banco Credit Suisse. A matéria segue agora para votação em plenário. 

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja buscar