23 de maio de 2019 - quinta-feira

Euro R$ {{cotacao.EUR.valor | number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Política
PSB
15-05-2019 | 18h30
Justiça mantém Lúcia Vânia na direção do PSB
Justiça do Distrito Federal recolocou a ex-senadora na direção uma semana após Elias Vaz ser aclamado presidente do diretório regional


 Dayrel Godinho*

Após ação da defesa da ex-senadora Lúcia Vânia (PSB), Justiça do Distrito Federal decidiu na tarde desta quarta-feira (15) pela manutenção de Lúcia na direção do partido.

A ação, de acordo com o advogado de defesa da peessebista, Dyogo Crosara, tinha o intuito de reverter a aclamação do deputado federal Elias Vaz com presidente do partido, que aconteceu na última quarta-feira (10). De acordo com Crosara, a ação foi pela manutenção da ex-senadora, porque, segundo ele, o processo não seguiu os passos necessários para a escolha de um presidente partidário, segundo o Código Eleitoral.

“A Jurisprudência do processo não foi cumprida e um diretório não pode ser dissolvido sem um processo legal”, afirmou o advogado que acredita que foi cumprido o que era esperado pela defesa. 

Em entrevista para o Jornal O Hoje, o presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, disse que a decisão judicial deve ser cumprida, mas afirmou que eles vão recorrer, porque segundo Siqueira “não há clima para a Lúcia Vânia ser mantida no partido”, e acrescentou que “é melhor que ela se mude de partido logo [se referindo ao anúncio de que Lúcia Vânia pretende trocar o PSB pelo Cidadania]". Procurada pela reportagem, a assessoria de Elias Vaz informou que o deputado não vai se pronunciar sobre o tema. (*Especial para O Hoje) 

(62) 3095-8700