27 de maio de 2019 - segunda-feira

Euro R$ {{cotacao.EUR.valor | number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Política
Folha de dezembro
15-02-2019 | 11h20
Ronaldo Caiado rebate críticas ao ser vaiado por manifestantes na Alego
Durante a participação dele na sessão de início da 19ª legislatura da Alego, Caiado foi chamado de "caloteiro" por professores

Eduardo Marques

O governador Ronaldo Caiado (DEM) rebateu as críticas de manifestantes durante a sessão de início da 19ª legislatura da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) na manhã desta sexta-feira (15/02). Ao entrar no plenário, Caiado foi recebido com gritos de “cadê o salário?” e “paga dezembro”.

Durante sua fala, Caiado foi interrompido várias vezes por servidores na galeria com gritos de “caloteiro”. O presidente da Casa, Lissauer Vieira (PSD) chegou a pedir que os manifestantes protestassem de forma silenciosa sob pena de suspender a sessão e esvaziar a galeria.

“Existe uma diferença entre professores e militantes do PSTU. Os professores estão exatamente trabalhando, lutando para que Goiás se torne referência nacional. Não podemos confundir o cenário”, disse na coletiva de imprensa. 

Ao justificar sobre a folha do mês de dezembro atrasada, o democrata reforçou a dívida bilionária deixada por governos anteriores e afirmou que “momento apropriado iremos pagar os servidores e aposentados”. 

Saudações

Antes de discursar no plenário, o governador ressaltou a parceria entre os Poderes Legislativo e Executivo. “Conheço a relevância da Casa nesse momento em que estamos enfrentando para resolver vários problemas do Estado. Temos que compartilhar com cada parlamentar para desenvolvermos a economia goiana. Não podemos decepcionar o povo goiano. Vamos buscar o bem-estar da população”. 

Ao comentar sobre a representatividade, Caiado disse que a Alego representa a população de Goiás. “Todas as ações do governo devem ser repassadas por aqui”.

Apesar do presidente Lissauer Vieira não fazer parte da base do Governo Estadual, Ronaldo Caiado o elogiou e ressaltou que vai construir um diálogo com o parlamentar para resolver os problemas do Estado.  “Na última reunião que tivemos discutimos sobre as pauta que deverão ser encaminhadas para a Casa”.

Em relação a reforma administrativa, Ronaldo tem esperança que o debate irá avançar na Alego. “A parceria com a Assembleia Legislativa é determinante para qualquer avanço do Estado”.

 

(62) 3095-8700