11 de dezembro de 2018 - terça-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Política
Corrida Presidencial
12/09/2018 | 15h10
João Goulart Filho defende “profunda reforma política no país”
Candidato cumpriu agenda em Aparecida de Goiânia e foi acompanhado do ex-prefeito da cidade Maguito Vilela

Da Redação

O candidato à Presidência da República, João Goulart Filho (PPL) chegou a Aparecida de Goiânia nesta quarta-feira (22), por volta das 10h30 e se reuniu com o ex-prefeito da cidade e ex-deputado, Maguito Vilela (PMDB), em um hotel.

Na sequência o presidenciável participou de carreata às margens da BR-153 até uma loja maçônica onde discursou. Segundo o presidenciável é necessário fazer uma “profunda” reforma política e econômica no país. A partir destas mudanças, para ele, será possível promover investimentos públicos em áreas como educação e saneamento.

“Nós acreditamos que somente não dependendo dos capitais internacionais, externos, desenvolvendo o capital interno é que nós poderemos fazer a distribuição de renda necessária e que o povo brasileiro pede há muito tempo”, disse o presidenciável.

João Goulart também defendeu a taxação dos lucros das empresas multinacionais. “Hoje as nossas pernas são empresas estrangeiras que renderam para as suas matrizes nos últimos quatro anos mais de R$ 38 milhões sem deixar um centavo dos seus lucros no Brasil”, afirmou.

Filho do ex-presidente da República João Goulart (1919-1961), o presidenciável ressaltou a gestão do pai, na qual se diz orgulhoso, e explicou que o plano dele prevê o resgate do Projeto Pátria Livre, a valorização cultural e a reforma agrária. “Meu pai foi deposto por propor projetos de reforma de base que também trariam ao estado brasileiro a capacidade da independência economia, social e política”, contou.

O candidato também se reuniu nesta quarta-feira com operários do transporte. Durante à tarde, João Goulart deve conceder entrevistas a veículos de comunicação e participar de um ato público em Goiânia.

 Foto: Reprodução

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)