11 de dezembro de 2018 - terça-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Política
Acordo
12/09/2018 | 06h00
Ronaldo Caiado recebe apoio de prefeito do MDB em Uruana
Senador diz que adesão de lideranças de outros partidos demonstra que a campanha tem conseguido protagonizar o debate eleitoral

Lucas de Godoi*

O candidato ao governo de Goiás pelo Democratas, senador Ronaldo Caiado, recebeu apoio político do prefeito de Uruana, Cássio Gusmão (MDB), em acordo costurado pelo deputado estadual José Nelto (Podemos) e do prefeito de Catalão, Adib Elias (MDB). Os políticos se reuniram no escritório do senador ontem pela manhã, em Goiânia. 

O prefeito de Uruana disse que “o senador saberá conduzir Goiás para o caminho do desenvolvimento, devolvendo à população a vontade de construir um estado melhor”. De acordo com Caiado, a adesão de lideranças de outros partidos demonstra que a campanha tem conseguido protagonizar o debate eleitoral. “É o reconhecimento do nosso trabalho, com certeza é um nome que somará forças para o nosso projeto de transformar o estado de Goiás”, afirmou o senador.

Ao lado da primeira-dama, Divina Arruda, o prefeito disse ter optado pelo apoio ao candidato Ronaldo Caiado pela história de trabalho e pela maneira como ele tem atuado no combate à corrupção. “Somos da oposição ao atual governo e sabemos das dificuldades que temos enfrentado. Caiado vai defender com humildade o interesse das pessoas que mais precisam de políticas públicas no nosso estado”, assegurou o prefeito.

Caminhada

Caiado também realizou caminhada na região Noroeste de Goiânia com integrantes da chapa majoritária e atraiu multidão pelas ruas do Setor Morada do Sol na tarde de ontem. O senador disse que “vai buscar sintonia com a Prefeitura de Goiânia e investir menos em publicidade para investir nas pessoas”. O candidato se comprometeu a fazer um mandato pautado no diálogo.  (* Especial para O Hoje)

 Kátia quer fomentar as  pequenas empresas 

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Goiás (Fecomércio-GO), representada pelo seu presidente, Marcelo Baiocchi, recebeu nesta terça-feira, 11, a candidata ao governo de Goiás pelo Partido dos Trabalhadores, Kátia Maria. 

O encontro faz parte das rodadas de conversa que a Fecomércio-GO está promovendo com todos os governadoriáveis, a fim de ouvir e debater suas propostas sobre economia, comércio de bens, serviços e turismo para Goiás. 

Para Kátia Maria é importante o diálogo com os empresários, mantendo a parceria entre as iniciativas públicas e privadas. Durante a reunião, ela afirmou que investirá no desenvolvimento local sustentável, a partir da integração de planos privados, com o olhar e a coordenação do setor público. 

“Só teremos um estado forte com os municípios fortes, e para isso os municípios precisam gerar emprego. Como? Vamos desenvolver Goiás trabalhando no potencial de cada região, é preciso saber o ponto forte de cada município para que a gente possa de fato induzir as políticas públicas certas na geração de trabalho e renda”, explicou a candidata. 

Kátia Maria ao apresentar seu Plano de Governo falou dos seus projetos de desenvolvimento, como as linhas de crédito para micro e pequenas empresas. “Precisamos garantir assistência técnica para eles colocarem o produto no mercado, é a micro e o pequena empresa que gera trabalho e renda”, disse a candidata. 

Ela também falou do Programa Emprego Já que irá retomar as obras paradas do estado e aquecer a construção civil. A candidata ainda apresentou o Programa Economia Sustentável para fomentar os arranjos produtivos do turismo, agricultura familiar e cultura. 

Para Kátia Maria um outro fator no desenvolvimento do estado é a tributação fiscal. Ela defende que quem ganhe mais pague mais, e o que ganhe menos pague menos. É válido ressaltar que enquanto os 10% mais pobres usam cerca de 32% de sua renda para pagar impostos, a carga tributária dos 10% mais ricos é de 21%.

Durante o encontro, o presidente da  Fecomércio-GO entregou pessoalmente um documento com as sugestões da Federação.  

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)