20 de outubro de 2018 - sábado

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Política
Governo de Goiás
01/09/2018 | 06h00
Pesquisa de intenção de votos aponta José Eliton em segundo
Levantamento do Institudo Signates traz Ronaldo Caiado com 38,4%, Zé Eliton com 13,8% e Daniel Vilela com 10,4%

O Instituto Signates registrou a pesquisa no Tribunal Superior Eleitoral sob o número GO 08286/2018. (Foto: Reprodução)

Lucas de Godoi e Rafael Oliveira

Pesquisa de intenção de votos para o Governo de Goiás realizada pelo Instituto Signates e divulgada na  sexta-feira pela Rádio Sagres 730 mostra que o governador José Eliton (PSDB), candidato à reeleição, pontuou 13,8% na primeira rodada de pesquisas do Instituto Signates. O levantamento aponta o tucano consolidado na segunda posição das intenções e com viés de crescimento. O senador Ronaldo Caiado tem 38,4% das intenções na pesquisa. 

O Instituto Signates registrou a pesquisa no Tribunal Superior Eleitoral sob o número GO 08286/2018.

O candidato do MDB, Daniel Vilela, aparece estagnado. O emedebista tem 10,4 pontos porcentuais na pesquisa, índice praticamente igual, se comparar ao registrado na última pesquisa Serpes/O Popular, em que aparecia com 9,2% das intenções de votos. A realização do levantamento coincide com o período dos três primeiros debates entre candidatos, em que Zé Eliton apresentou propostas e Caiado e Daniel marcaram suas aparições com ataques, sem apresentar ideias. 

Kajuru à frente na corrida ao Senado 

A primeira pesquisa do Instituto Signates sobre a disputa pelo Senado o vereador Jorge Kajuru (PRP) aparece na liderança, com quatro pontos percentuais à frente do ex-governador Marconi Perillo (PSDB).  Em segundo e terceiro lugar aparecem a senadora Lúcia Vânia (PSB) e o ex-prefeito de Senador Canedo, Vanderlan Cardoso, respectivamente. Kajuru está com 20,3% das intenções de voto no formato estimulado, que é quando o pesquisador oferece uma cartela de nomes. A pesquisa foi encomendada pela Rádio Sagres 730. 

Marconi é o preferido de 16,3% dos entrevistados. Lúcia Vânia (PSB) tem 11,2%; Vanderlan Cardoso (PP) aparece com 8,8%, seguido do emedebista Agenor Mariano, com 1,6%, e professora Geli, com 1,2%. Fabrício Rosa (PSOL) teve 0,9% das intenções, enquanto que o professor Alessandro Aquino (PCO) e Luis Cesar Bueno (PT) aparecem com 0,7% cada. Santana Pires (Patriota) e professora Magda Borges (PCB) pontuaram 0,5% cada um. 

Na modalidade espontânea, que é quando o entrevistador provoca uma resposta sem sugerir nomes, Kajuru alcançou 19,3% das intenções de voto, seguido por Marconi, com 17,4% e Lúcia Vânia com 6,8%. O ex-prefeito de Senador Canedo, Vanderlan Cardoso (PP), garantiu 4,2% e Wilder Morais (DEM) somou 1,5%. As menções aos demais candidatos não chegaram a 1% cada. 

Rejeição

Também foi questionado ao eleitor em quem ele não votaria de jeito nenhum nas eleições para senador nas eleições deste ano. O mais rejeitado entre os senatoriáveis é Marconi Perillo, com 24,4%. Em seguida aparecem Jorge Kajuru (8,4%) e Lúcia Vânia com 6,1%. 

A candidata petista professora Geli é rejeitada por 3,3% do eleitorado e Vanderlan Cardoso por 3%. O senador Wilder Morais teve a recusa de 2,8% dos eleitores e Agenor Mariano de 2,6%. Já 2,3% dos eleitores não votariam de forma alguma no deputado estadual Luis Cesar Bueno (PT) para senador. 

Na lista de rejeição ainda aparecem a professora Magda Borges (PCB), com 2,2%; Santana Pires (Patriota) e professor Alessandro Aquino (PCO), com 1,9% cada. O candidato do PSOL, Fabrício Rosa, é o menos rejeitado, com 1,7% das menções.  

Bolsonaro lidera em todos os cenários

O Instituto Signates realizou uma pesquisa quantitativa de intenção de voto ao Palácio do Planalto com eleitores goianos durante quatro dias, entre 24 e 28 de agosto. Os pesquisadores entrevistaram 881 pessoas em 46 cidades do estado acima de 16 anos de idade. O capitão do Exército, Jair Bolsonaro (PSL-RJ), conquistou mais eleitores que o ex-presidente Lula da Silva (PT-SP) e assumiu a cabeça da disputa por votos em Goiás, em relação à pesquisa do Ibope (Lula 32%-Bolsonaro 19%). No cenário espontâneo com o nome de Lula no questionário, Bolsonaro aparece com 21,3% e Lula com 18,1%. Os entrevistados que não souberam dizer em quem votaria no momento da pesquisa somam 36,3% e 11% vão anular o voto. Marina Silva (Rede) e Geraldo Alckmin (PSDB) tem 3% cada um e Ciro Gomes (PDT) pontuou 2,5%. Henrique Meirelles (MDB-SP), que é goiano de Anápolis, tem 1,1%. 

No cenário estimulado, ainda com Lula no páreo, Bolsonaro cresce para 34,7% e Lula pontua 22,7%. O índice de quem não soube dizer cai drasticamente para 10,9% e os nulos sobe a 12,4%. Nesse cenário os votos se pulverizam entre Marina Silva, que sobe para 4,2%, Alckmin vai a 4,2% e Ciro Gomes atinge 3,6%. Henrique Meirelles (MDB-SP), candidato do presidente Michel Temer (MDB-SP), marca 1,9%. 

Quando o entrevistador abre o cenário estimulado sem o ex-presidente Lula e o troca pelo ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), o capitão da reserva bate 33,6% da preferência do eleitorado.  

 Tucano dedica tempo na TV à propostas 

O governador Zé Eliton (PSDB), candidato à reeleição, dedicou seu programa de estreia no horário eleitoral gratuito no rádio aos goianos e à apresentação das primeiras propostas para que Goiás avance mais nos próximos anos. "Vamos abrir novos caminhos, gerar novas oportunidade de emprego e renda, porque desenvolvimento é quando cada cidadão vive bem", afirma o tucano. Assista ao programa no Instagram do governador: @joseeliton.

"Participei da construção desse novo Goiás e, com você, vamos avançar mais", disse o governador. "O meu foco é o crescimento do Estado sempre com foco no cidadão", afirma Zé Eliton. "Pra frente é que se anda, no passo firme de quem trabalha com ação e resultado pra que Goiás seja cada vez mais orgulho de quem vive aqui", afirma o programa.

No programa, o governador apresenta sua candidata a vice-governadora, a ex-secretária de Educação e ex-deputada federal Raquel Teixeira (PSDB). "Não dá mais para aceitar uma eleição sem a presença da mulher. Nós temos um papel fundamental na democracia. Eu tenho muito orgulho de ser mulher e candidata a vice-governador de Goiás", afirma Raquel. "Ao lado do Zé, vou trabalhar para que Goiás avance na educação e no protagonismo de todas as mulheres", disse. 

Caiado usa história política na televisão

No primeiro programa eleitoral de Ronaldo Caiado veiculado na tarde sexta-feira (31), os eleitores goianos puderem relembrar um pouco da trajetória do senador anapolino. O vídeo traz um pouco da história de Caiado, desde sua formação como médico, 43 anos atrás, até os dias de hoje, como parlamentar com quase 24 anos no Congresso Nacional. Nessa caminhada, o foco sempre foi estar à frente dos interesses do povo de Goiás e do Brasil.

“Tenho muito orgulho da minha história como homem, médico e político. Sou um homem formado para cuidar das pessoas e, graças a Deus, nunca desonrei um voto do goiano. A população poderá conhecer essa história e minhas propostas para Goiás por meio dos programas eleitorais veiculados na TV e no rádio que começaram hoje, além do que publicamos todos os dias nas minhas redes sociais”, explicou o candidato da coligação A Mudança é Agora. 

O programa mostra como Ronaldo Caiado usou sua vocação de médico, de cuidar das pessoas, para basear seu trabalho nos cinco mandatos como deputado federal e nos últimos quatro anos como senador da República. Como médico ortopedista com especialização em cirurgia da coluna, o senador sempre esteve disponível para atender os mais carentes. 

Já no Congresso Nacional, o filho de Maria e Edenval destinou milhões de reais em emendas para equipar e reformar hospitais, adquirir ônibus escolares e patrulhas mecanizadas e melhorar a infraestrutura dos municípios goianos. Em seus projetos de lei e em seus debates e discursos na tribuna, as demandas do Brasil e de Goiás sempre foram sua prioridade.

Ficha-limpa, político que não tem processos por corrupção em seu currículo, Caiado agora se coloca à disposição do estado como candidato ao governo para recuperar Goiás e resgatar a esperança do goiano. Suas propostas poderão ser conhecidas em seus programas até o dia 4 de outubro, todos os dias, às 13h15. 

(Especial para O Hoje)  

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)