Domingo, 16 de junho de 2019
GOIÂNIA-GO
{{tempo.temperatura}}°

Esporte

Um mês de Claudinei Oliveira

Postado em: 23-05-2019 as 15h45
Treinador esmeraldino está com aproveitamento de 60%, com três vitórias e duas derrotas até aqui

Luiz Felipe Mendes

O treinador do Goiás, Claudinei Oliveira, chegou nesta quinta-feira (23) a 30 dias à frente do esmeraldino, depois de ter chegado sob desconfiança no clube. Pelo alviverde, foram cinco partidas disputadas até o momento, com três vitórias e duas derrotas, totalizando um aproveitamento de 60%.

Durante o Campeonato Goiano, o comandante escolhido foi Maurício Barbieri. Ainda que ele tenha tido uma primeira fase quase impecável e números expressivos, a queda de rendimento no mata-mata e as duas derrotas para o Atlético na decisão fizeram com que a diretoria tomasse a decisão de demitir o então treinador. Claudinei Oliveira foi contratado em seu lugar para liderar o time na Série A, campeonato que o Goiás não disputava desde 2015. A reação geral da torcida não foi positiva, mas isso não abalou o profissional.

“O que eu tinha que fazer era trabalhar para reverter isso. Às vezes esperavam um treinador de mais nome, um “medalhão”, mas vou continuar do mesmo jeito. Estarei ali no dia a dia da mesma forma, para mim não muda nada. Que no fim comemoremos todos juntos, quem gostou e quem não gostou na minha contratação. O mais importante é o Goiás”, comentou Claudinei. Em sua estreia pelo esmeraldino, no dia 28 de abril, ele viu seu time derrotar o Fluminense por 1 a 0 em pleno Maracanã, começando o Brasileiro com o pé direito. Em seguida, perdeu em casa para o São Paulo por 2 a 1 e fora para o Cruzeiro pelo mesmo placar, dois resultados considerados normais.

Os últimos dias, no entanto, fizeram com que a moral de Claudinei Oliveira ficasse elevada no clube. O triunfo importante contra o Ceará no Serra Dourada, com gol de Leandro Barcia nos minutos finais para aplicar um 2 a 1, deram um novo gás para o grupo, que teve novo compromisso em Goiânia diante do Botafogo e contou com Kayke para garantir os três pontos e levar o Goiás para a sexta colocação, na faixa de classificação para a Libertadores. O próximo desafio alviverde é fora de seus domínios, contra o 18º colocado da Série A. O objetivo é conseguir o melhor desempenho possível antes da parada para a Copa América, após a nona rodada.

Léo Sena

Na segunda-feira que vem (27), o Goiás visita o CSA no Estádio Rei Pelé, às 20 horas, pela sexta rodada da Série A do Brasileirão. Apesar do momento favorável na competição, com duas vitórias seguidas sobre Ceará e Botafogo, ambas no Serra Dourada, o alviverde terá um desfalque importante para o embate contra os alagoanos fora de casa. O volante Léo Sena, que vinha sendo o capitão da equipe e uma das peças mais importantes do time, teve lesão constatada e não poderá participar do embate. Seu substituto natural será Yago Felipe, que entrou no segundo tempo do jogo contra o Bota, no lugar do próprio Léo Sena, e ainda deu a assistência para o gol solitário de Kayke.

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja buscar