26 de maio de 2019 - domingo

Euro R$ {{cotacao.EUR.valor | number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Esporte
Duelo
16-02-2019 | 06h00
Depois de 12 anos, Goiânia e Goiás se enfrentam no Serra Dourada
Pela sétima rodada do Campeonato Goiano, na abertura do segundo turno, o Go-Go coloca frente a frente times em ascensão

*Luiz Felipe Mendes

Fazia dez anos que o torcedor goiano não acompanhava o clássico Go-Go. Neste período, o Goiânia esteve fora da elite do estadual e por isso não cruzou o caminho do rival Goiás. Em 2019, porém, eles voltaram a se encontrar, e o resultado disso foi um 3 a 0 para o alviverde. Agora, eles medem forças novamente pela sétima rodada do Campeonato Goiano, desta vez com mando esmeraldino, na Serrinha. O jogo está marcado para este domingo, às 17 horas.

O início do Goianão foi bem diferente para os dois adversários do fim de semana. O Goiás começou ganhando todas e até agora, em um total de seis partidas disputadas, segue como o único 100% da competição. O Goiânia, por outro lado, perdeu os dois primeiros jogos antes de iniciar sua reação. Venceu pela primeira vez contra o Itumbiara e em seguida empatou com a Aparecidense. Depois, teve triunfos maiúsculos contra o Goianésia e a Anapolina, este último com um placar de 3 a 0. Em uma sequência invicta de quatro jogos, o Galo alcançou a quarta colocação, com 10 pontos, e pode subir ainda mais na tabela de classificação se conseguir derrotar o Goiás, mas para isso também precisaria que pelo menos o Vila tropeçasse.

Para aproveitar a chance, o Goiânia espera encontrar um Goiás de escalação alternativa, sendo que Maurício Barbieri pode poupar algumas peças visando o confronto contra o CRB na próxima quinta-feira, pela Copa do Brasil. Já classificado no estadual, o esmeraldino pode se dar ao luxo de descansar alguns jogadores. Segundo o treinador, o fato do time estar fazendo um torneio perfeito não gera pressão. “O 100% é ótimo. Fico feliz. Dentre os times do Brasil, o Goiás hoje seria o melhor. Isso não é uma obsessão. Nós não estamos obcecados em manter o cem por cento”, comentou. Não se sabe ainda quais atletas Barbieri mandará a campo, mas é bem provável que o atacante Michael comece no banco de reservas e o zagueiro David Duarte entre na vaga de Yago.

No Goiânia as coisas não são bem assim. A equipe está indo bem no Goianão, mas uma derrota pode fazer com que caia para oitavo lugar, no pior cenário possível. Assim, o fato de pegar um Goiás um tanto quanto remendado pode pesar a favor dos visitantes. E o lateral direito Vitor, o qual já vestiu a camisa do rival, chega com expectativa para defender as cores do Galo pela segunda vez contra seu ex-clube. “Vai ser uma situação diferente, pois joguei muitas vezes lá (na Serrinha), defendendo as cores do Goiás. Espero que possa ter mais sorte do que foi no Serra Dourada”, analisou. Depois do clássico, o Goiânia volta a jogar apenas no outro sábado, dia 23, contra o Itumbiara, enquanto o Goiás tem compromisso pela Copa do Brasil. 

(62) 3095-8700