25 de março de 2019 - segunda-feira

Euro R$ {{cotacao.EUR.valor | number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Esporte
Golfe
14-02-2019 | 17h30
Brasileiros miram Jogos de Tóquio 2020
Adilson da Silva, Alexandre Rocha, Rafael Becker, Rodrigo Lee e Felipe Navarro são representantes do país em circuitos internacionais

Luiz Felipe Mendes

Os principais golfistas profissionais do Brasil iniciam a temporada de 2019 de olho nos Jogos de Tóquio 2020, que tem como base de classificação o ranking olímpico, baseado no ranking mundial. Adilson da Silva, Alexandre Rocha, Rafael Becker, Rodrigo Lee e Felipe Navarro são os representantes do país em circuitos internacionais, com potencial para buscar uma vaga no Japão. Classificam-se apenas 60 jogadores, com limite de dois por país (quatro, se estiverem entre os Top 15 do mundo).

A corrida olímpica começou em 1º de julho de 2018 e prossegue até 22 de junho de 2020, com base nos pontos do Ranking Mundial (OWGR). Após ficar de maio a agosto do ano passado sem competir, por conta do nascimento de suas filhas gêmeas, Adilson da Silva (267º lugar no Ranking Mundial de Golfe) retornou às competições no fim do ano e alcançou um feito histórico. Tornou-se o primeiro brasileiro a conquistar um título na Ásia, com o Taiwan Masters. Adilson voltou a ter grande atuação e terminou em oitavo lugar o RAM Cape Town Open, etapa do Sunshine Tour, o circuito profissional da África do Sul. Para ganhar pontos, três compatriotas de Adilson terão cartão para o PGA TOUR Latino América: Alexandre Rocha (894º) e Rodrigo Lee (1403º), por terem ficado entre os 60 melhores da última temporada, além de Felipe Navarro (2006º), que conquistou um cartão para a primeira metade da temporada ao ficar em sexto no QSchool realizado no Campo Olímpico do Rio, na semana passada. Rocha encerrou a temporada 2018 com a melhor média de pontuação do PGA TOUR Latino América (68,65), com um total de 1.579 tacadas em 23 voltas. Por fim, Rafa Becker (1179º) quer avançar após ter ficado como primeiro reserva na Colômbia.

(62) 3095-8700