19 de dezembro de 2018 - quarta-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Esporte
Estádio Fedex
11/09/2018 | 06h00
Em mais um pós-Copa, Brasil pega El Salvador
Depois de estrear com vitória sobre os Estados Unidos no primeiro amistoso após o Mundial, Seleção tem pela frente time modesto

Luiz Felipe Mendes*

O  trabalho do técnico Tite não era fácil. Levantar a moral de uma seleção que vinha do maior vexame de sua história, dentro do próprio país, é complicado por si só. Fazer uma campanha boa na Copa do Mundo seguinte era mais um desafio, que foi interrompido nas quartas de final pela Bélgica. No início do novo ciclo, o Brasil venceu os EUA. Hoje, em Washington, a seleção canarinho mede forças com El Salvador no Estádio Fedex, às 21h30, nos EUA.

O discurso agora é de renovação. Como o time base do Brasil na Copa da Rússia estará com idade avançada daqui a quatro anos, no Catar, é função da comissão técnica fazer com que novos jogadores assumam a amarelinha para renovar a equipe. Na primeira convocação para amistosos, Tite deixou claro que pretende colocar isto em prática, lembrando que já no ano que vem será disputada a Copa América, a ser sediada em nosso território.

No duelo contra os EUA, o qual marcou o começo de um novo momento da seleção pentacampeã, terminou com vitória na forma dos gols de Firmino e Neymar. Ao longo da partida, alguns nomes foram testados, como o flamenguista Lucas Paquetá e o gremista Everton, além das joias Arthur e Richarlison, que recentemente atuavam no Brasil, mas que se transferiram para a Europa. A expectativa é de não só eles, mas os outros rostos também ganhem mais minutos diante de El Salvador, um adversário bastante modesto.

No ranking da Fifa, os centro-americanos ocupam  a 72ª posição, enquanto o Brasil está em terceiro. A diferença técnica é considerável, também porque apenas um dos 23 convocados de El Salvador atuam no Velho Continente, onde ficam situados os campeonatos mais competitivos do ­mundo. No último confronto do time, eles saíram vencedores no duelo com Montserrat. Quanto ao histórico entre eles e o Brasil, foram apenas dois jogos na existência das duas equipes, ambos vencidos por 4 a 0 pelos sul-americanos.

A escalação definitiva não foi revelada por Tite, embora ele tenha afirmado que vai promover mudanças. Por isso, cravar a formação inicial não é totalmente possível, mas a esperança é de que o torcedor canarinho possa conhecer os futuros representantes da amarelinha, que já chamam a atenção do mundo do futebol. Destaque também para o meia Andreas Pereira, nascido na Bélgica, mas filho de pais brasileiros. Após o embate de hoje, o Brasil volta a campo apenas no dia 10 de outubro, contra a Arábia Saudita, em mais um amistoso no ano.

 

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)