22 de setembro de 2018 - sábado

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Esporte
G-4
04/09/2018 | 06h00
Atlético quer reagir ao receber a Ponte e espera manter a marca
Desde que foi reinaugurado, o Antônio Accioly, palco do jogo de hoje, recebeu duas vitórias do Dragão na Série B do Brasileiro

*Luiz Felipe Mendes

Vale reação, vale recuperação, vale G-4. Hoje, a partir das 19h15, o Atlético entra em campo no Estádio Antônio Accioly para superar mais uma derrota na Série B e assim voltar à briga pela zona de acesso da segunda divisão nacional. Diante da Ponte Preta, que vai para o jogo com técnico novo, o rubro-negro pode reconquistar a sua vaga entre os quatro melhores da competição, mas ainda assim depende de uma combinação de resultados.

A venda de ingressos para o duelo entre Dragão e Macaca foi iniciada na sexta-feira da semana passada. Com promoção de R$ 20, ainda há a costumeira opção de adquirir o direito à meia-entrada se o torcedor apresentar dois bilhetes da Timemania, entre os dias 31 de agosto e4 de setembro, com o Atlético assinalado como time do coração. Para isso, é indispensável a apresentação do bilhete na hora da compra e na entrada, para que não haja nenhum tipo de problema no local.

O palco do confronto de logo mais pode pesar demais a favor dos mandantes. Desde que foi reinaugurado no mês passado, o Antônio Accioly recebeu duas vitórias atleticanas, contra Coritiba e CRB, os dois compromissos com o placar final de 1 a 0. O apoio da torcida e o estádio próprio devem empurrar o Dragão, o qual vem de uma doída derrota para o Londrina, ex-clube do técnico Cláudio Tencati. Aquele revés fez com que a equipe caísse três posições. Entretanto, apenas dois pontos separam o rubro-negro do Avaí, primeiro membro do G-4.

A situação na tabela de classificação atual é a seguinte: o Fortaleza lidera com 46 pontos, enquanto o CSA tem 40. Logo atrás vêm o Goiás e o Avaí, ambos com 39 pontos somados. Em busca de um lugar na zona classificatória para a Série A, estão Guarani, Figueirense e o próprio Atlético, com 37 pontos cada. O Vila Nova vem logo atrás com 36, à frente da Ponte Preta, adversária de hoje, com 34. Como o treinador João Brigatti deixou o time para assumir o Paysandu, a diretoria pontepretana foi atrás de um novo comandante, que fará sua estreia hoje – Marcelo Chamusca.

No primeiro turno, Atlético e Ponte Preta se enfrentaram no Estádio Nabi Abi Chedid, em uma época em que a Macaca estava punida com mandos de campo. O rubro-negro goiano se impôs naquela ocasião e venceu por 3 a 1, com dois gols de Júlio César e um de Rômulo. Não há confirmação de que este último vá entrar em campo, até porque na última partida Fernandes foi o titular. Porém, o atacante Júlio César deve figurar entre os 11 iniciais e pode ser importante na missão rubro-negra de embalar no campeonato.

 Ficha técnica

Atlético x Ponte Preta  

Local: Estádio Antônio Accioly, às 19h15, em Goiânia. Árbitro: Antônio Dib Moraes de Sousa (Piauí). Assistentes: Fábio Pereira (Tocantins) e Rogério de Oliveira Braga (Piauí)

Atlético: Jefferson; Jonathan, Oliveira, Gilvan e Bruno Santos; Pedro Bambu, Fernandes e João Paulo; Renato Kayzer, Júlio César e Denílson (André Luís). 

Técnico: Cláudio Tencati

Ponte Preta: Ivan; Igor, Renan Fonseca, Léo Santos e Ruan (Nicolas); João Vitor, Paulinho (Bruno Ramires) e Tiago Real; André Luis, Danilo 

Barcelos e Júnior Santos. 

Técnico: Marcelo Chamusca.  


Com moral, Goiás visita o Guarani de olho no 2º lugar

O momento é outro no Goiás. No fim de semana retrasado, o clima era de velório. Agora, o ambiente é de otimismo, confiança e embalo. Para confirmar a força do elenco dentro da Série B do Campeonato Brasileiro, o alviverde vai a Campinas medir forças com o Guarani, no Estádio Brinco de Ouro, às 19h15. Válido pela 25ª rodada, o confronto coloca frente a frente o atual quinto colocado contra o terceiro.

Sejam quais forem as diferenças entre os dois adversários de hoje à noite, as semelhantes são muito mais presentes. As duas equipes verde e branco com um G como primeira letra possuem quase o mesmo número de gols marcados – 34 dos goianos contra 33 dos paulistas. Além disso, os dois brigam pelo mesmo objetivo nesta temporada: uma vaga na Série A de 2019. A situação do Goiás é um pouco melhor, pois o time já está no G-4, enquanto o Bugre tenta se infiltrar de forma inédita em 2018.

As escalações dos dois “verdões” não devem ter muitas novidades. Os mandantes não fizeram questão de esconder a formação, e segundo o técnico Umberto Louzer o Guarani terá força máxima no Brinco de Ouro. O Goiás, por sua vez, precisou fazer duas alterações 

forçadas devido ao fato do zagueiro Victor Ramos e o lateral-direito Alex Silva terem sido suspensos no embate com o Fortaleza, levando o terceiro cartão amarelo. Edcarlos e Caíque Sá serão os substitutos, nesta ordem.

Em caso de vitória esmeraldina, o Goiás poderia assumir a vice-colocação se o CSA não bater o Londrina dentro de casa. Se empatar, teria que torcer para os alagoanos perderem, mas ainda assim teriam a possibilidade de serem ultrapassados pelo Avaí, com os mesmos 39 pontos, os quais recebem o CRB no mesmo horário do jogo dos goianos. Por outro lado, se o Guarani sair vencedor, entraria pela primeira vez na temporada no G-4. Com todos esses elementos sendo considerados, vai ser preciso jogar verde para sair com a vitória.

Ficha técnica 

Guarani x Goiás 

Local: Estádio Brinco de Ouro, às 19h15, em Campinas-SP. Árbitro: Diego Pombo Lopez (Bahia).  Árbitro: Diego Pombo Lopez (Bahia). Assistentes: : Jucimar dos Santos Dias (Bahia) e Paulo de Tarso Bregalda Gussen (Bahia).

Guarani: Guarani: Agenor; Kevin, Philipe Maia, Fabrício e Pará; Willian Oliveira e Ricardinho; Matheus Oliveira, Rafael Longuine e Jefferson Nem; Bruno Mendes. 

Técnico: Umberto Louzer. 

Goiás:  Marcos; Caíque Sá, David Duarte, Edcarlos e Ernandes; 

Gilberto, Giovanni e Renato Cajá; 

Michael, Rafinha e Lucão. 

Técnico: Ney Franco.   

 

 

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)