14 de novembro de 2018 - quarta-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Esporte
Vencendo o rival
23/01/2018 | 06h00
Vitória no clássico anima Vila Nova para enfrentar Anapolina
Líder do Grupo B, alvirrubro se prepara para enfrentar a Anapolina amanhã, fora de casa

*Aline Carlêto


O Vila Nova conseguiu a primeira vitória no Campeonato Goiano de 2018 contra o maior rival. Na primeira rodada da competição, a equipe havia empatado com o Iporá, em 1 a 1, jogando em casa. Apesar da confiança adquirida no jogo do último domingo, quando bateu o Goiás por 1 a 0, a ordem no alvirrubro é focar na competição, já que o time entra em campo amanhã para enfrentar a Anapolina, no Estádio Jonas Duarte, em Anápolis.

Titular efetivo na lateral-esquerda, Anderson Luis comentou a importância dos três pontos conquistados no clássico. “Estávamos precisando dessa vitória, e ela veio em cima do nosso rival. Isso é muito importante para dar sequência a esse trabalho que vem sendo desenvolvido”, disse. O jogador, ainda, classificou a vitória como merecida, destacando a vontade, a garra e a determinação da equipe, que enfrentou desconfiança antes da partida por conta da modesta pré-temporada.

O próximo compromisso do alvirrubro já é amanhã, contra a Anapolina, no Estádio Jonas Duarte, às 21h45. A Xata vem de vitória sobre o Itumbiara, em casa, por 2 a 0. Para o duelo, a equipe da capital prega respeito. “A Anapolina é um adversário que merece respeito. Não podemos vacilar, temos que impor o jogo e sair com o resultado positivo. Hoje em dia o futebol brasileiro é muito rápido. Se vier resultado ruim para nós, todos esquecem a vitória sobre o Goiás, e só lembram da derrota”, disse o lateral-esquerdo do Vila Nova.


Improvisado

Lateral-direito de origem, Anderson Luis teve poucas oportunidades no Campeonato Brasileiro da Série B em 2017. Logo nas duas primeiras partidas do Goianão ele entrou na lateral-esquerda, conforme orientou o técnico Hemerson Maria, e tem mostrado efetividade na nova posição. “Quando joguei em um clube em Portugal, minha primeira oportunidade foi na esquerda. Depois que passei para a direita. Onde me colocar para jogar, procuro dar meu máximo para ajudar a equipe”, justificou o jogador.

Assim, o atleta garante a titularidade, pelo menos até o clube contratar um novo lateral-esquerdo para a posição. Apesar de o esquema com três atacantes estar dando resultado, a equipe busca corrigir erros. Hemerson Maria trabalha para que o adversário não chegue com facilidade à finalização no gol alvirrubro. 

(Aline Carlêto é estagiário do programa de estágio do jornal O Hoje) 

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)