22 de setembro de 2018 - sábado

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Esporte
Goiás
19/01/2018 | 06h00
Por conta de reclamações técnico Hélio dos Anjos será desfalque em clássico
O treinador Hélio dos Anjos, expulso de campo no embate contra o Camaleão, não poderá comandar o time no clássico do fim de semana

O Goiás estreou no Goianão derrotando a Aparecidense por 2 a 1. Apesar do resultado positivo na primeira rodada, o alviverde vai ter um “desfalque” na próxima partida, contra o rival Vila Nova. O treinador Hélio dos Anjos, expulso de campo no embate contra o Camaleão, não poderá comandar o time no clássico do fim de semana.

A expulsão de Hélio dos Anjos foi em decorrência de uma série de reclamações do técnico esmeraldino, que afirmou não ter gostado da marcação do segundo pênalti a favor da Aparecidense, o qual acabou sendo convertido por Nonato. No lance em questão, a infração foi marcada devido a um toque de mão de David Duarte, assinalada pelo assistente.

O treinador alviverde comentou sobre o lance. “Quem marcou esse pênalti nem foi o árbitro, foi o assistente. Fui expulso porque ele foi irônico comigo. Eu reclamei da marcação e ele riu na minha cara. Eu não gostei da arbitragem”, disse Hélio dos Anjos. No entanto, o comandante já pensa na próxima partida, apesar de que não vai poder estar presente no campo. “Agora é o Vila, sempre o jogo mais importante da minha vida. É assim que eu encaro, justamente porque respeito muito o Vila Nova”, concluiu.

O clássico goiano será disputado no Estádio Olímpico, neste domingo, às 17 horas. (Luiz Felipe é integrante do programa de estágio do jornal O Hoje) 

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)