18 de novembro de 2018 - domingo

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Esporte
Goiás
08/11/2017 | 15h00
Fantasma do rebaixamento volta a assombrar
Sem vencer a três jogos, esmeraldino volta a ser ameaçado

Aline Carlêto *

O Goiás voltou a perder ontem (07). O Esmeraldino foi até o Estádio do Café enfrentar o Londrina e saiu derrotado por dois a zero. O placar fez o time goiano cair duas posições na tabela, mas o que mais preocupa são os números. Ocupando a 11ª colocação, a equipe tem 43 pontos, apenas três a mais que o Boa Esporte, time que abre a zona de rebaixamento, na 17ª colocação.

Os dois gols do jogo saíram na segunda etapa. Aos sete minutos, em jogada de contra-ataque, Artur abriu o marcador. Dez minutos depois, foi a vez do atacante Carlos Henrique sagrar a vitória da equipe mandante.

O resultado fez o time esmeraldino chegar ao terceiro jogo seguido sem vitória. Nas duas últimas rodadas, o Goiás empatou com o Guarani e com o Criciúma, ambos os jogos dentro de casa.

Para o técnico Hélio dos Anjos, o resultado não foi satisfatório, mas, segundo ele, não é hora para a equipe ficar abatida. “Nosso time tem uma vantagem em relação aos adversários, mas muitos deles somaram pontos hoje. Quando não se soma pontos é possível perder posições, desarticular algumas coisas, mas nós vamos retomar os trabalhos. É a nossa segunda derrota em 10 jogos. Da outra vez em que perdemos, conseguimos uma boa sequencia", falou o treinador após a derrota para o Londrina.

O próximo compromisso da equipe é contra o Ceará, sábado, no Serra Dourada, às 17h30.

Londrina

O Londrina, por outro lado, entrou de vez na disputa por uma vaga no grupo dos quatro que garantem vaga na Série A do ano que vem. O time paranaense contou com o revés das equipes que ocupam a parte de cima da tabela, são elas: Paraná, Oeste e Vila Nova. Agora, o Tubarão é o 7º colocado com 52 pontos, quatro a menos que o Paraná, que fecha a zona de classificação para a elite do futebol brasileiro.

Foto: Gustavo Oliveira

*(Aline Carlêto é integrante do programa de estágio do jornal O Hoje) 

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)