22 de outubro de 2018 - segunda-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Economia
Desenvolvimento
12/09/2018 | 14h00
Cresce o número de drogarias e farmácias no estado
Em 2018 as farmácias da rede já faturaram mais de R$22 bilhões no país

Foto: Reprodução

Da Redação

Entre julho de 2017 e junho deste ano, 315 novas farmácias ou drogarias foram abertas em Goiás. Em Goiânia, 55 novos estabelecimentos abriram as portas neste período. O levantamento é do Sindicato do Comércio Varejista de Produtos Farmacêuticos do Estado de Goiás (Sincofarma-GO).

No estado existem 4.195 lojas em funcionamento, sendo uma farmácia ou drogaria para cada 1,6 mil habitantes. A média nacional é de uma loja para cada 2,7 mil pessoas. Goiânia, onde há 982 empresas desse segmento, tem média ainda menor, de uma farmácia ou drogaria para cada 1,5 mil moradores. A capital tem quase 1,5 milhão de habitantes. São 1.495.705 pessoas morando na cidade, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

O presidente do Sincofarma-GO, João Aguiar Neto acredita que a expansão do setor de farmácias e drogarias em Goiás se dá como reflexo da alta competitividade nesse tipo de negócio e pela própria demanda da população do Estado. De 2010 para cá, o número de habitantes em Goiás cresceu 15%, saltando de 6 milhões para 6,9 milhões de pessoas.

Goiás foi um dos estados que protagonizaram a expansão do mercado nacional das farmácias de rede entre 2017 e 2018. Nas contas da Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma), 600 lojas foram abertas em todo o país neste período. "Quando uma rede chega à determinada região, logo outra vem atrás para disputar o mercado local", explica João Aguiar.

Neste ano, as farmácias de rede já faturaram R$ 22,78 bilhões no Brasil.

 

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)