23 de maio de 2019 - quinta-feira

Euro R$ {{cotacao.EUR.valor | number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Cultura
MÚSICA CLÁSSICA
18-04-2019 | 06h00
Filarmônica de Goiás homenageia Franz Joseph Haydn
Cultura

A Orquestra Filarmônica de Goiás (OFG) realiza o segundo concerto de sua temporada 2019, nesta quinta-feira (18), às 20h30, no Palácio da Música, no Centro Cultural Oscar Niemeyer (CCON), unidade da Secretaria de Cultura de Goiás (Secult Goiás). Sob a regência do diretor artístico da instituição, o britânico Neil Thomson, serão apresentadas as Sinfonias 2,3 e 4 de Haydn e a Sinfonia Nº5 de Dvoràk.

Ao longo de oito anos, a OFG tem o objetivo de apresentar o ciclo completo das sinfonias de Franz Joseph Haydn, composto por cem obras. O austríaco é considerado um dos mais importantes compositores do período clássico. Ele morreu aos 77 anos, e passou, pelo menos, meio século trabalhando pela música. O segundo movimento de seu Quarteto Imperador, de 1797, foi posteriormente adotado como o Hino Nacional da Alemanha.

Mozart era um grande admirador de seu trabalho, inclusive apelidando-lhe carinhosamente de ‘Pai de todos os compositores’. Haydn compunha cerca de três peças por semana, e estima-se que sua obra reúna mais de 5.000 composições. Era conhecido entre seus contemporâneos pela sua personalidade tranquila e otimista. Tinha um apurado senso de humor, que pode ser apreciado em várias de suas músicas. 

Cada um dos vários artistas que pintaram a face de Haydn durante sua vida tentou deixar transparecer sua personalidade agradável, apesar de não se enquadrar nos padrões de beleza da época. Haydn era considerado ‘feio’, de baixa estatura, e ficava surpreso quando as mulheres o seguiam durante as visitas a Londres. 

Haydn nasceu numa família modesta, em 1732, na vila de Rohrau, perto da fronteira com a Hungria; filho de Matthias Haydn e Maria Koller. Ninguém da família de Haydn estava ligado à música, apesar de Matthias Haydn ser um entusiasta da música tradicional e tocar harpa de ouvido. De acordo com os apontamentos autobiográficos de Haydn, a sua infância foi bastante impregnada de musicalidade, dando como exemplo os frequentes serões de canto com seus vizinhos.

O maestro

Neil Thomson é o regente titular da OFG desde 2014. Ele chegou a Goiás com o objetivo de ousar em uma versátil construção de um projeto musical de qualidade que beneficiasse a população goiana, sem distinção – e tem dado certo. “Permaneço trabalhando para que a Filarmônica de Goiás se consolide como uma das principais orquestras do Brasil”, diz Thomson. 

O maestro é responsável pela programação das temporadas da OFG, pelo planejamento das atividades da instituição, pela seleção do repertório a ser executado e pela preparação dos músicos e musicistas. Ele conferiu ao corpo sinfônico uma exímia qualidade artística. 

Nascido em Londres em 1966, ele estudou violino e viola na Royal Academy of Music (1984-87) e regência com Norman Del Mar no Royal College of Music (1987-89). De 1992 a 2006, foi regente titular no Royal College of Music, sendo o maestro mais jovem a ocupar este cargo. Foi nomeado membro honorário do RCM, em 1994, pelos serviços prestados à instituição.

SERVIÇO

‘Concertos Especiais’ – ‘A Noite de Haydn’

Quando: quinta-feira (18)

Horário: 20h30 (pontualmente)

Onde: Palácio da Música do Centro Cultural Oscar Niemeyer (CCON)

Entrada gratuita 

(62) 3095-8700