21 de novembro de 2018 - quarta-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Cultura
PRIMAVERA-VERÃO
15/10/2016 | 06h00
Confira as tendências da moda infantil para o verão 2017
Com tendências de gente grande, mercado de moda infantil é um dos que mais crescem e movimenta cerca de R$ 50 bilhões ao ano

Martins tem mais de 30 mil seguidores no Instagram. A modelo posta fotos dos seus looks e compartilha com o seu público momentos da sua carreira – como vídeos de desfiles e dicas de marcas. Clarinha Salvaya tem quase 70 mil seguidores, faz sucessos com suas produções e parcerias com as marcas e produtos de que mais gosta. Em comum, as digital influencers têm o fato de ainda terem os dentes de leite. Nina tem 4 anos e, Clarinha, 5. Seus perfis são controlados pelas mamães, que encaram a carreira das filhas como uma brincadeira.
As garotas fazem parte da nova geração de crianças que aproveitam o apreço por andar sempre no estilo para também brincar de ser celebridade na internet. Os gêmeos Lívia e Rafael Galheri também são estrelas de um perfil no Instagram e já possuem mais de 20 mil seguidores de todo o Brasil. Eles são só a vitrine de uma tendência cada vez mais forte que é o braço da moda a serviço do gosto de um dos públicos mais importantes para o mercado: o infantil. 
Os brasileirinhos descobriram a moda. Levados pelos pais ou por gosto próprio, eles engrossam os números de consumo de vestuário e calçados. Uma pesquisa feita pelo Ibope, há três anos, e divulgada na revista Época, mostrou que o segmento infantil já responde 15% do setor da moda e apresenta um crescimento de 6% ao ano, segundo dados da Associação Brasileira de Indústria Têxtil e de Confecção (Abit). Parece nada, mas é uma bagatela de R$ 50 bilhões ao ano que o setor movimenta.
A internet está repleta de blogs e tumblrs dedicados à moda infantil, muitos feitos pelos próprios consumidores. Sapatos, camisas, saias e casacos de pele se transformam com a fofura de peças em tamanho mínimo e cores alegres. O calendário oficial de feiras e eventos voltados para esse público dão uma amostra do quanto ele é significativo. São quatro datas fixas que concentram lançamentos e antecipam tendências para os pequenos. As feiras e desfiles acompanham o calendário internacional apresentando coleções de primavera-verão e de outono-inverno.
O Essência foi ao encontro de dicas para vestir os pimpolhos de maneira antenada em blogs, lojas de departamentos e editoriais de moda. Muitas dessas tendências desfilaram pela feira Pitti Bimbo, que ocorreu em junho, em Florença, na Itália. Esta é considerada a feira de moda infantil mais importante do mundo. 
Para esta temporada primavera-verão, a moda infantil está repleta de novidades que prometem deixar os looks de meninos e meninas muito mais estilosos. Novas cores e estampas estão em alta, identificando o clima de alegria e descontração da próxima temporada. A maior parte das grifes está lançando coleções inspiradas nos cenários tropicais e paradisíacos do verão. Portanto é comum encontrar roupas com estampas da natureza e com cores alegres. A referência de personagens infantis do momento também é algo que aparece nas novas peças.
As novidades de moda infantil não param por aí. Nesta temporada, as padronagens indianas vão invadir as vitrines das lojas, imitando assim uma tendência que está em alta na moda para adultos. Os detalhes em renda, tule e bordados também estarão em alta durante os meses de verão. Entre as peças que estão em alta, vale destacar as batinhas com babado, as calças legging animal print, as jardineiras descoladas, as blusas de tule duplicado, as saias de algodão doce, os cardigans delicados, os vestidos com detalhes em renda e os shorts jeans. Os motivos tropicais e os prints florais também estão contagiando o guarda-roupa das meninas.
No verão 2017, algumas peças devem dominar o guarda-roupa masculino infantil, como é o caso da bermuda com barra dobrada, das regatas com estampas e dos coletes. Peças da moda adulta também estarão em alta nesta  temporada, como é ocaso da camisa xadrez de manga curta, camisa pólo e da jaqueta de nylon leve.

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)