Menino de três anos morre afogado em hotel

Criança estava com familiares em um hotel fazenda quando aconteceu o acidente, na cidade de Goianésia
Cejane Pupulin
Em 10/12/2012, 10:21

O menino Weverthon Yuri Gonçalves, de 3 anos, morreu na tarde do último domingo (09) em um hotel fazenda em Goianésia, a 198 quilômetros de Goiânia. No local, há duas piscinas e o garoto foi encontrado pela mãe boiando na piscina mais afastada.

O delegado de Goianésia, Marco Antônio Zenaide Maia, explica que a mãe saiu para trocar de roupa e deixou a criança aos cuidados dos familiares. “Quando ela voltou começou a procurar a criança que já estava sem os sinais vitais, na piscina.”

No desespero, o menino foi retirado do local e colocado em um veículo. O Corpo de Bombeiros foi acionado e resgatou a criança já na rodovia, na GO-230. Segundo o sargento Sebastião Cordeiro de Faria Júnior, do serviço operacional do Corpo de Bombeiros, a criança já estava roxa.

Na viatura dos bombeiros foi feita massagem cardíaca e ventilação mecânica. Já no Hospital Municipal, foi injetado medicamentos no organismo da criança, mas ela não reagiu. O garoto foi enterrado na manhã desta segunda-feira (10) no cemitério municipal.

Investigações

A família prestará depoimento para a Polícia Civil na próxima quarta-feira (12). O delegado explica que o local do óbito da criança foi violado pelos familiares durante o momento de desespero, o que dificultara as investigações.

A polícia já solicitou do hotel a relação dos presentes no local e pretende fazer no início de 2013 uma reconstituição do óbito para elucidar as circunstancias do afogamento. Também será solicitado aos bombeiros um laudo sobre a necessidade de salva-vidas para o hotel.

“Ao lado da piscina que a criança afogou havia duas mulheres que tomavam sol. Não sabemos se elas não viram o menino. Temos que conhecer a situação do momento”, explica o sargento da PM.

A família da criança pode ser acusada por homicídio culposo e os presentes no hotel fazenda por omissão de socorro. Mas o delegado ressalta que é muito cedo para se falar em condenação.


EDIÇÃO DIGITAL


Ed. 2422 de 25/06/13





TWEETS @JORNALOHOJE


© 2012 - Jornal O Hoje - Todos os direitos reservados.
Reprodução parcial permitida desde que citada a fonte.
Home | Anuncie | Fale Conosco