22 de setembro de 2018 - sábado

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Coluna
Xadrez
Rubens Salomão
Alvo
15/08/2018 | 06h00
Marconi condena ‘fake news’ e parte para ataque contra Caiado
O candidato a senador elencou o governadoriável entre os que usam notícias falsas para atacar adversários e criticou a atuação do democrata

O ex-governador Marconi Perillo (PSDB) aumentou o tom da campanha e mirou no alvo frequente: o líder nas pesquisas, senador Ronaldo Caiado (DEM). O candidato a senador elencou o governadoriável entre os que usam notícias falsas para atacar adversários e criticou a atuação do democrata. “A turma das fake news, dos que não têm controle, tenta destratar aqueles que estão mudando e melhorando Goiás há 20 anos. Tem um candidato a governador que, em 40 anos de política e 30 com mandatos como senador e deputado, nunca trouxe um parafuso para nenhuma cidade”, atacou o tucano em discurso durante evento no Palácio das Esmeraldas. “Posso até estar enganado, mas eu não tenho notícias de alguém que tenha de longe feito o que eu, José Eliton, Lúcia Vânia e Raquel (Teixeira) fizemos por cada canto desse estado. É fácil usar hoje usar a internet para bater na gente, mas quero saber quem edificou um tijolo aqui em Goiás. Pessoas que não têm capacidade para dialogar, são autoritárias, não podem assumir o cargo mais importante do estado”.

Ataque e defesa

Diante das críticas de Perillo, Ronaldo Caiado rebateu e afirmou que, ao longo do atual mandato de senador, teria garantido investimentos de R$ 100 milhões a municípios e entidades filantrópicas de Goiás. “Trabalhei muito forte”, diz.

Mesma moeda

“O ex-governador me atacou e mostrou todo o seu desequilíbrio, descompasso com a realidade da política em Goiás e já enxergando as dificuldades que terá de enfrentar para explicar suas gestões no estado”, respondeu Caiado.

Ciro contraria Haddad

O candidato do PDT à presidência da República, Ciro Gomes, respondeu a cobrança pública feita pelo candidato a vice-presidente do PT, Fernando Haddad, e disser ser contra a presença do petista nos debates. Segundo Ciro, o candidato é Lula e não faria sentido que um substituto compareça ao confronto. Por essa lógica, segundo ele, Jair Bolsonaro, do PSL, poderia ser trocado pelo seu candidato a vice-presidente, o general Hamilton Mourão. “Eu acho que não [deve participar]. Quem é o candidato a presidente do PT? É o Lula. Por que o Haddad vai para os debates? Isso depende de mim? Então, o Bolsonaro pode mandar Mourão”, ressaltou. Haddad disse que os adversários deveriam se manifestar a favor de sua participação e lembrou que defendeu, em 2016, a presença de Luiza Erundina (PSOL) nos debates a prefeito de São Paulo. “O PT é meu adversário”, disse Ciro. “O PT é fortemente responsável por esse momento que estamos vivendo. Não foi o PT que escolheu Michel Temer? O PT escolheu Michel Temer ou fui eu quem escolhi?”, acrescentou.

CURTAS

Imitação – Ciro Gomes ainda acusou os adversários de imitarem tudo o que ele tem proposto, como a redução da lista de devedores e mudança na cobrança do ICMS

Faculdade – A UEG encerra hoje o prazo de inscrições do vestibular para os cursos de Direito e Medicina. A taxa é de R$ 80 e R$ 280, respectivamente.

No bolso – O FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) distribuirá a trabalhadores R$ 6,23 bilhões até o fim do mês de agosto.

Meirelles contra Alckmin

O candidato do MDB ao Planalto, Henrique Meirelles, fez ataque velado ao seu adversário Geraldo Alckmin (PSDB). O tucano tenta legitimar o discurso de que é o mais experiente para comandar o país a partir de 2019.

Outra carreira

Meirelles disse que não é “candidato profissional” e que é preciso “não se deixar enganar pelo palavrório”. “Não existe mágica, a vida é feita de trabalho duro, não de falatório”, disse o goiano em evento com empresários em Brasília.

Nova proposta

Do plano de governo apresentado pelo candidato José Eliton (PSDB), algumas (poucas) novas propostas se destacam, além dos resultados da atual gestão e defesa de continuidade. A principal é uma bolsa para que estudantes concluam os estudos.

Tem marca?

O tucano apontou que o plano desenvolvido não foi “comprado em boutique”, mas desenvolvido a partir de várias discussões. Para a campanha, a organização já planeja carreatas e reuniões pelo interior do estado até o fim do mês.

Alta abrangência

A agenda inclui carreatas passando em quase uma cidade por hora, com cinco frentes: José Eliton, Marconi Perillo, Raquel Teixeira, Fabrina Muller com Valéria Perillo, além de Lúcia Vânia. Seriam mais de 200 municípios até o dia 26.

Tô fora!

Depois de ser preterido para a candidatura a vice, o deputado federal Thiago Peixoto (PSD) decidiu desistir da reeleição. Segundo ele, a decisão foi conversada com o Eliton e o ex-governador Marconi Perillo.

 
Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)
Warning: file_get_contents(/var/www/html/portal/public/json/maislidas.json): failed to open stream: No such file or directory in /var/www/html/portal/application/controllers/ColunaController.php on line 167 Warning: file_get_contents(/var/www/html/portal/public/json/blogs.json): failed to open stream: No such file or directory in /var/www/html/portal/application/controllers/ColunaController.php on line 202 Warning: file_get_contents(/var/www/html/portal/public/json/colunas.json): failed to open stream: No such file or directory in /var/www/html/portal/application/controllers/ColunaController.php on line 208