23 de setembro de 2018 - domingo

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Coluna
Xadrez
Rubens Salomão
Convenções
06/08/2018 | 06h00
Oposição em Goiás carrega traços marconistas e procura discurso
Desde 1998, o grupo ligado a Marconi Perillo manteve, a cada eleição, o crescimento do número de partidos coligados

O fim de semana de convenções partidárias, com prazo até hoje para definição de alianças nas atas a serem registradas no Tribunal Regional Eleitoral (TRE), marcou o desmembramento da base aliada ao governador José Eliton (PSDB), com espalhamento de ex-aliados entre as chapas da oposição. Desde 1998, o grupo ligado a Marconi Perillo manteve, a cada eleição, o crescimento do número de partidos coligados. Agora, pela primeira vez, o saldo é de encolhimento. A mudança, no entanto, não simplesmente representa fortalecimento da oposição, mas marca a falta de originalidade dos grupos alternativos a Eliton. Todos os candidatos opositores têm, entre os principais aliados, lideranças e partidos marconistas. O próprio Ronaldo Caiado (DEM) deixou a base e conta com Lincoln Tejota (PROS) e Wilder Morais (DEM); Daniel Vilela (MDB) recebe o PP de Alexandre Baldy e o PRB de João Campos. Até o PT, da candidata Kátia Maria, tem seu traço marconista, na aliança com PCdoB, que sempre foi habitué do Palácio das Esmeraldas.

Fora!

As convenções na noite de ontem de PTB e PSB marcaram a manutenção da pauta de não participar do chapão com o PSDB para deputado estadual. “Ninguém quer o PSDB e nós buscamos viabilidade”, disse Henrique Arantes (PTB) à Xadrez.

Chapas adiantadas

A intenção do PTB ainda é isolar os tucanos e fechar chapa com PSB, PPS, PSD e PR. Já a senadora Lúcia Vânia considera adequada união apenas entre o seu PSB com PPS e PTB. Tudo a definir nas atas das convenções.

Progressistas rachados

O racha entre os Progressistas (PP) não ficou isolado ao duro discurso do deputado federal Roberto Balestra ontem, depois do encerramento oficial da convenção do partido com as palavras genéricas do ministro Alexandre Baldy. Ao menos 25 prefeitos e os vices da legenda decidiram manter apoio a José Eliton (PSDB) e ao governo, forçando reabertura de diálogo. No entanto, segue encaminhada a preferência por aliança com o MDB e Baldy, junto com Sandes Junior, tem a maioria dos votos dos convencionais, tendo aprovaram ontem o direito de retificar a ata da convenção, a ser apresentada hoje à Justiça Eleitoral. Na prática, a demora na definição e ausência de discurso que embasasse a decisão representam erro de timing do PP. O desgaste interno foi criado, materializado com o movimento liderado por Balestra e não parece ser reversível. A cúpula deverá confirmar acordo com Daniel Vilela, levando tempo de TV e fundo eleitoral, mas sem o engajamento das lideranças regionais. “Não se vende uma mercadoria que não tem para entregar”, ameaçou Balestra.

CURTAS

Experiência – As curtas hoje dão destaque aos jingles de campanha: “É Goiás seguindo em frente com a experiência de quem sabe o que faz!”, canta Zé Eliton (PSDB).

Emocional - “O Goiás que a gente quer está em cada coração. Daniel governador é a minha decisão”, versa Daniel Vilela (MDB).

Confiança - “A fila andou, a fila andou. E o povo pede Caiado governador”, cantavam os aliados de Ronaldo Caiado (DEM) ainda no sábado (4).

Discurso e prática

“O discurso de igualdade entre homens e mulheres é bonito, mas não se coloca em prática. O governador está colocando em prática o empoderamento das mulheres”, afirmou Marconi Perillo Raquel Teixeira e Lúcia Vânia na chapa de José Eliton.

Calma lá

A questão é que, entre os cargos de primeiro escalão, o governador segue com apenas uma mulher entre secretários e presidentes de autarquias. Trata-se da presidente da Metrobus, Daniela Machado.

Ex-governador

Alcides Rodrigues confirmou ontem candidatura a deputado federal pelo PRP. “Obrigado ao PRP por dar condições de levarmos adiante a verdadeira oposição”, disse Ronaldo Caiado em vídeo nas redes sociais.

Contra todos

A candidata do PT ao governo, Kátia Maria, apresentou discurso contra todos os principais concorrentes, seja da oposição ou da base aliada, além de manter alinhamento do a direção nacional, que confirma candidatura de Lula.

Meio século

“Esta política que está aí dura 50 anos. Tem 20 do PSDB, 16 do PMDB e a liderança do DEM está a vida inteira chicoteando o povo goiano. Nós vamos apresentar um projeto que vai na oposição disso. O povo de Goiás quer é um projeto diferente”, apontou.

Ausente

Definido na primeira suplência de senado ao lado de Marconi Perillo, Vilmar Rocha (PSD) fará de tudo para não dividir palanque com José Eliton. Ontem, não foi à convenção do PSDB por ter evento marcado em Niquelândia.

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)
Warning: file_get_contents(/var/www/html/portal/public/json/maislidas.json): failed to open stream: No such file or directory in /var/www/html/portal/application/controllers/ColunaController.php on line 167 Warning: file_get_contents(/var/www/html/portal/public/json/blogs.json): failed to open stream: No such file or directory in /var/www/html/portal/application/controllers/ColunaController.php on line 202 Warning: file_get_contents(/var/www/html/portal/public/json/colunas.json): failed to open stream: No such file or directory in /var/www/html/portal/application/controllers/ColunaController.php on line 208