20 de outubro de 2018 - sábado

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Coluna
Xadrez
Rubens Salomão
Convenções
31/07/2018 | 06h00
Chapa governista reserva vaga de vice enquanto aguarda PP
As conversas do partido com o MDB seguem avançadas e, em caso de negativa ao governo, os tucanos têm preferência por Thiago Peixoto (PSD) e Raquel Teixeira (PSDB) para finalizar a chapa majoritária

Próximo às definições em prazo final para as convenções partidárias, a cúpula governista reserva a vaga de candidatura à vice-governadoria para indicação do Progressistas (PP), contando com articulação direta do ex-governador Marconi Perillo (PSDB) junto ao presidente da sigla, Alexandre Baldy. As conversas do partido com o MDB seguem avançadas e, em caso de negativa ao governo, os tucanos têm preferência por Thiago Peixoto (PSD) e Raquel Teixeira (PSDB) para finalizar a chapa majoritária, sem desconsiderar o deputado federal João Campos (PRB), que segue em negociações entre as candidaturas de Daniel Vilela (MDB) e José Eliton (PSDB). Já a articulação de Vilmar Rocha (PSD) para suplência de Perillo ao Senado não tem força na base, com avaliação interna de que o atendimento ao ex-secretário não seria fundamento para o posicionamento já majoritário do PSD em favor de Eliton. Já a segunda a vaga ao Senado, apesar das reclamações isoladas, segue garantida a Lúcia Vânia (PSB), com José Vitti na primeira suplência.

Novo comando

O novo presidente da Saneago é Marcelo de Mesquita Lima, que assume após saída de Jalles Fontoura para ser coordenador político da campanha de José Eliton. Marcelo é auditor fiscal da Secretaria da Fazenda desde 1994.

Na mesa

Mesquisa, no entanto, pode ter prazo definido no comando da estatal, já que o cargo tem sido colocado na mesa de negociações entre a base tucana e o PP, com vistas à aliança para as eleições.

Contra ‘barbaridades’

O presidente Michel Temer (MDB) afirmou ontem que os pré-candidatos à Presidência devem refletir mais sobre os temas do país antes de propor “barbaridades” na campanha. A declaração foi dada durante encontro com empresários, em São Paulo, quando o emedebista falava sobre propostas na campanha que tratam da revisão de bandeiras de seu governo, como o teto de gastos públicos e a reforma trabalhista. Temer apontou, sem citar nomes, que leu um artigo de um pré-candidato com essas sugestões e ficou tentado a responder. Ciro Gomes (PDT) e o ex-presidente Lula (PT) estão entre os que defendem a revogação de medidas do governo entrevista. “O meu maior desejo nesse momento é que não venham a cortar aquilo que já foi começado, ainda insuficiente. Nós precisamos continuar”, afirmou. Ele defendeu medidas de seu governo e disse ter concepção “radicalmente oposta” à gestão de Dilma Rousseff. O presidente citou que governantes que tentaram governar sem o Congresso “não foram adiante”.

CURTAS

Transporte – Começa nesta quinta-feira (2) o recadastramento para manutenção do Carão Metrobus. Obrigatório para usuários nascidos entre agosto e dezembro.

Rejeição - O senador Renan Calheiros (MDB) e o governador de Alagoas, Renan Filho (MDB), foram recebidos sob vaias e chamados de golpistas pela militância petista.

Memória – A manifestação ocorreu na convenção do partido no estado. Bom lembrar que o MDB de Calheiros foi aliado próximo ao ex-presidente Lula (PT).

Rombo a recuperar

Com 194 acordos de colaboração premiada, a Operação Lava Jato já recebeu R$ 2,6 bilhões como ressarcir os cofres públicos. Acordos de leniência (R$ 10,8 bilhões) levam o total a ser recuperado pela operação à marca de R$ 13,4 bilhões.

Ainda não é certo o montante desviado pela corrupção na Petrobras, mas os procuradores da força-tarefa já estimaram o rombo em R$ 20 bilhões. Peritos da Polícia Federal estipularam que os desvios estão entre R$ 6,4 bilhões a R$ 42,8 bilhões.

Leitura

O ex-assessor de Henrique Meirelles, Thomas Traumann, lança em setembro o livro: “O pior emprego do mundo – os ministros da Fazenda contam como tomaram decisões que mudaram o Brasil e mexeram no seu bolso”. Pela Editora Planeta.

Pesquisa

Foram entrevistados 14 ex-ministros, quase todos os ocupantes do cargo dos últimos 50 anos. Entre as histórias, Guido Mantega conta como os protestos de 2013 ajudaram a aumentar o rombo fiscal que perdura ainda hoje.

Ao trabalho

Preterido na base aliada para vaga ao Senado, Demóstenes Torres (PTB) iniciou a pré-campanha com foco na disputa para deputado federal. A rotina, no entanto, é a mesma: continua seguindo a agenda do governador José Eliton.

Nacional

O pré-candidato Daniel Vilela confirmou que o ex-ministro e  presidenciável do MDB, o goiano Henrique Meirelles, estará presente na convenção do partido em Goiânia. Evento ocorre no próximo sábado (4), às 9h.

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)
Warning: file_get_contents(/var/www/html/portal/public/json/maislidas.json): failed to open stream: No such file or directory in /var/www/html/portal/application/controllers/ColunaController.php on line 167 Warning: file_get_contents(/var/www/html/portal/public/json/blogs.json): failed to open stream: No such file or directory in /var/www/html/portal/application/controllers/ColunaController.php on line 202 Warning: file_get_contents(/var/www/html/portal/public/json/colunas.json): failed to open stream: No such file or directory in /var/www/html/portal/application/controllers/ColunaController.php on line 208