22 de setembro de 2018 - sábado

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Coluna
Xadrez
Rubens Salomão
Xadrez
17/02/2016 | 00h00
Coluna Xadrez:Eliton nega influência em prévias do PSDB

Rubens Salomão

Eliton nega influência em prévias do PSDB

Apesar de garantir que o deputado federal Giuseppe Vecci tem “credenciais” para ser o pré-candidato do PSDB à prefeitura de Goiânia, o vice-governador José Eliton (PSDB) nega que tenha influenciado o processo de articulação interna no partido. A votação dos 9,5 mil filiados ocorre neste domingo e decide entre Vecci e o presidente da Câmara Municipal, Anselmo Pereira. “São dois nomes à altura que o PSDB tem para apresentar à sociedade. Eu estou acompanhando à distância esse processo e tenho insistido muito no diálogo e na defesa do consenso não só no partido, mas na base aliada. Sempre me manifestei com reserva em relação à realização de prévias”, relata o governador em exercício José Eliton. O ex-pré-candidato, o ainda tucano deputado federal Waldir Soares, acusou Eliton de ter realizado reunião no Palácio para pedir apoio de partidários à pré-candidatura de Vecci, um dos motivos alegados pelo delegado para se retirar do processo e do partido. O vice nega a interferência e afirma: “É uma posição individual e não me cabe comentar”.

Reafirmação

José Eliton usou as redes sociais ontem para repetir os ataques à oposição feitos em discurso na abertura dos trabalhos neste ano. “A irresponsabilidade será combatida, a leviandade será processada e a mentira será enfrentada e desmascarada”, tuitou.

Convocação

Ainda sem responder as críticas do vice-governador, o senador Ronaldo Caiado segue com atuação intensa na oposição em Brasília. Ontem pediu convocação do ministro Ricardo Berzoini sobre supostas fraudes contábeis na Bancoop.

Hélio analisa janela

O presidente da Assembleia Legislativa de Goiás, deputado Helio de Sousa, considera a possibilidade de aproveitar a janela partidária que será aberta amanhã e durará pelos 30 dias seguintes para deixar o DEM e se filiar a algum dos partidos da base aliada ao governador Marconi Perillo (PSDB). A situação do ex-prefeito de Goianésia ficou desconfortável com a decisão da cúpula dos democratas, liderados pelo presidente regional e senador Ronaldo Caiado, principalmente desde o processo pré-eleitoral de 2014, quando houve a confirmação da aliança com o PMDB, para a disputa estadual. “Tenho que analisar as regras e levar esta análise para os prefeitos que me apoiam e minha base em Goianésia para encontrar um norte para meu futuro político. Diria que, neste momento, minha expectativa é ver o que pensam aqueles me elegeram”, aponta. Para deputados federais e estaduais, a autorização para o desquite partidário ocorrerá com a promulgação, pelo presidente do Congresso, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), da emenda constitucional que trata do assunto (PEC 113/2015).

Inadequado

O presidente da Alego afirma que os deputados da base seguem acompanhando a discussão no governo do projeto que retira quinquênios e licença prêmio, além da Lei de Responsabilidade Fiscal Estadual. Temem mais desgastes com servidores.

Engulam

Da secretária da Fazenda, Ana Carla Abrão: “No contexto de crise, a Lei de Responsabilidade supera qualquer debate pontual. Tenho que certeza que a questão será debatida pensando no futuro do Estado de Goiás”.

Articulação confirmada

O prefeito Paulo Garcia (PT) confirmou ontem articulações com o PSD, depois de conversas com o presidente regional da sigla, Vilmar Rocha, e o secretário estadual e deputado federal Thiago Peixoto.

Convidado

O prefeito, no entanto, afirma que não foi convidado desta vez para se filiar ao partido, que faz parte da base de Marconi Perillo e Dilma Rousseff. O convite foi feito no ano passado pelo presidente nacional da legenda, Gilberto Kassab.

Conclusões

“Não tenho o menor desejo de deixar o meu partido”, garante Paulo. Sobre a articulação com o PSD para sua sucessão, o petista dá a pista: “avanços significativos saíram da conversa”.

Cúpula fechada

Oito ex-presidentes do PSDB em Goiânia assinaram manifesto de apoio a Giuseppe Vecci nas prévias. Entre eles, os auxiliares do governo estadual: Antônio Faleiros, Paulo de Jesus, Leonardo Vilela e Carlos Maranhão.

Ranking

Na lista dos maiores salários pagos a vereadores em Goiás, o primeiro lugar é da Câmara Municipal de Aparecida (R$12 mil), seguida por Goiânia (R$11 mil) e Luziânia (R$10 mil). Dados do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM).

Debate

A OAB/GO realiza a partir das 9h, em sua sede, a “1ª Audiência Pública sobre Criminalidade e Violência Urbana: Ouvindo os Agentes de Segurança Pública”. 

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)
Warning: file_get_contents(/var/www/html/portal/public/json/maislidas.json): failed to open stream: No such file or directory in /var/www/html/portal/application/controllers/ColunaController.php on line 167 Warning: file_get_contents(/var/www/html/portal/public/json/blogs.json): failed to open stream: No such file or directory in /var/www/html/portal/application/controllers/ColunaController.php on line 202 Warning: file_get_contents(/var/www/html/portal/public/json/colunas.json): failed to open stream: No such file or directory in /var/www/html/portal/application/controllers/ColunaController.php on line 208